Uma audiência pública com a participação de moradores e técnicos da secretaria de Saúde serviu para que a prefeitura de Paraty prestasse contas dos investimentos e arrecadação do setor em 2018. O evento foi coordenado pelo próprio secretário Luciano Vidal, que também é o atual vice-prefeito do município. O presidente da Câmara Municipal, vereador Sanica (SD), também participou. Os números mostram que o investimento da prefeitura em saúde é alto para um município com cerca de 45 mil moradores e a capacidade de a rede pública em atender à população está em níveis altos de satisfação, como comprovam inclusive as pesquisas empreendidas nas próprias unidades de saúde. Vidal explica que ainda há desafios, claro.

— Nós ainda enfrentamos problemas por causa dos repasses baixos do Governo Federal, mas a prefeitura está cumprindo o seu papel para assistir bem à nossa população, investindo sempre na ampliação dos serviços — explicou Vidal.

Em 2018, a prefeitura investiu com recursos próprios, cerca de R$ 61,8 milhões em saúde. Outros R$ 14 milhões foram arrecadados por meio de serviços prestados via SUS e outros convênios, totalizando quase R$ 76 milhões em investimentos. É um valor alto para a cidade, como explicaram os técnicos. Os investimentos, aliás, aumentam ano após ano.

A rede pública de Paraty conta hoje com nove unidades do Saúde da Família, o Centro de Atendimento (CIS) e a UPA municipal. Em 2018, a UPA realizou quase 85 mil atendimentos de moradores e turistas. No CIS trabalham 23 médicos em pelo menos 12 especialidades. Entre as ações executadas no ano passado estão ainda a implantação do projeto de atendimento domiciliar. E ainda há planos de expansão de serviços para 2019/20, como a criação do ‘Consultório de Rua’ e as ampliações da ESF Mangueira e do SAMU local, além do novo laboratório de prótese dentária.

— Nossa rede está sempre crescendo, com investimentos e mais serviços. Em 2019 vamos continuar ampliando os atendimentos, buscando inclusive a reparação das dívidas que a Eletronuclear tem com a cidade e a ampliação dos repasses do SUS por meio da qualificação de novos serviços — previu Vidal.

Como afirmou ao Tribuna Livre em entrevista exclusiva, o principal projeto da Saúde de Paraty neste momento é a conclusão do hospital público da cidade, projeto que enfrenta adversários políticos locais.

Leia também:

Paraty: vice-prefeito Vidal defende a conclusão do novo hospital da cidade

Fotos: Divulgação / PMP

Publicado antes na edição 246 do jornal Tribuna Livre.

GOSTOU DESTE TEXTO?
Assine o jornal Tribuna Livre e receba a edição impressa. Clique aqui.

Deixe seu comentário

Escreva seu comentário!
Nome